O PT e a ditadura do aborto

 

 

Mais de 80% do povo brasileiro é contra o aborto  e mesmo assim o PT trabalha pela sua legalização no Brasil. Numa afronta escandalosa  contra a democracia.  Querem a implatanção do PNDH-3 e trabalham ostensivamente para isso. Basta vermos todas as ministras nomeadas pela  Presidente Dilma serem abortistas confessas e de como  priorizam o PNDH-3 em suas gestões . E lembrando as cenas novelescas da então candidata Dilma, de ter se escondido por trás de católicos de faz de conta, bem ao estilo dito por Jesus : << sepulcros caiados >> para enganar o povo cristão, como fizeram. Chegando ao extremo de  se utilizarem  do Santuário de Aparecida  como um palanque politico  feito de mentiras. Com o aval desta parte da Igreja já apodrecida e com asmãos sujas de sangue dos nascituros inocentes.

O PT é o único Partido assumidamente abortista no Brasil

As ações do PT   são pela  despenalização do aborto, para que a prática do aborto deixe de ser considerado um crime. A proposta tem sido apresentada como um direito a ser conquistado pelas nossas mulheres, como um avanço social importante. E assim, quase que candidamente, a prática do aborto agora esta sendo transformado em direito, em conquista social, em avanço da cidadania.

Se nos manifestamos a favor do aborto, estamos avançando. E se nos posicionamos contra, somos atrasados,  baseam-nos em conceitos religiosos em desuso ou sem a menor validade (?!) Somos quase expostos ao ridículo, onde toda opinião contra o aborto parece não ter nenhuma sustentação, nenhum embasamento ético, moral, legal, nenhum sentido ou valor.

Já se falou até em autoritarismo religioso. Defendemos o valor da vida e da família e somos chamados de autoritários por causa disso… Se não há mais o espaço para se falar livremente contra o aborto, caímos de novo em algum tipo de ditadura, perdemos a verdadeira identidade da democracia e nossas leis ou projetos de leis terão um ranço de arbítrio, um quê de despotismo. E ai sim, vamos encontrar o verdadeiro autoritarismo.

A  ditadura do aborto

O aborto, por si só, já é uma ditadura – a maior ditadura imposta sobre o ser humano. A prática do aborto não dá nenhuma oportunidade de defesa, não dá nenhum direito para aquele vida nascente que se deseja abortar. Aquela vida esta irremediavelmente condenada, sem chances de coisa alguma.

Fica difícil não se enxergar a arbitrariedade e o autoritarismo nesta situação. E como é difícil entender que pessoas  que se dizem defender a democracia aceitem e concordem com o aborto. O aborto acaba com a verdadeira democracia da vida. O aborto é a ditadura mais dura, mais vergonhosa e mais implacável que podemos exercer contra vida. A prática do aborto é uma pena de morte decretada para inocentes. É uma execução sumária. Nada pode ser mais antidemocrático do que a proposta de uma lei dessa natureza.

Uma lei que venha dar o direito de alguém matar uma vida não pode nunca ser considerada como um avanço da cidadania. Matar não é avanço de nada. Matar não pode se constituir um direito. Matar não pode ser entendido como uma conquista. Aceitar o aborto é assinar uma lei que nos leva a matar seres humanos. O cidadão que não sabe reconhecer o valor soberano e inviolável da vida, já não está sabendo fazer valer a sua cidadania.

A prática do aborto precisa ser vista como um ato de violência contra a vida, comparado a outros atos hediondos, como por exemplo, queimar ônibus com seus passageiros dentro. O ato de bárbarie contra a vida humana é o mesmo. Muda o cenário. Mudam as circunstâncias. Não é a criança de 1 ano que é queimada viva nos braços da mãe pelos traficantes, como foi nesse caso animalesco acontecido no Rio de Janeiro há tempos atrás, lembram? Mas é o nascituro que vai ser morto pela sua própria mãe.

No aborto, a mãe deixará de ser mãe, para se tornar a executora dos seus próprios filhos. O seu ventre deixará de ser um lugar de geração da vida, para se tornar num lugar de morte, de extermínio e de assassinato. Não podemos legalizar a violência. Não podemos concordar com este projeto de lei, pois será uma lei contra o direito à vida. Matar não pode ser solução em nenhuma hipótese. Não podemos nos tornar uma sociedade permissiva, que aceite a violência do aborto. O cidadão que concorda com a despenalização do aborto, é o cidadão que esta dizendo sim para a violência, e aceita a violência como uma solução. Ao invés do avanço da cidadania, com a despenalização do aborto, estaremos indo para trás, estaremos tirando o primeiro direito de toda pessoa: o direito à vida. Iremos nos tornaremos tiranos de cada vida abortada.

E ainda temos que levar em conta o estado de colapso que se encontra a saúde pública do nosso país. Existem postos de atendimento que não tem nem esparadrapo, como falar em abortos gratuítos? Se tornaria uma grande irresponsabilidade jogarmos essa idéia falsa nas costas do nosso povo. No fim das contas o aborto se tornaria em mais um agravante na já caótica e combalida saúde pública do nossos municípios. O aborto não pode ser apresentado e nem acolhido como uma solução, como um bem social.

Antes de nos mobilizarmos em favor do aborto, por que não nos mobilizarmos contra a violência? Ao invés da mobilização em favor da morte de inocentes, por que não buscarmos um caminho de defesa e de reconhecimento que a vida é um dom inviolável? Por que não trabalharmos mais por uma cultura de paz ?! Ao invés das leis de morte, nós queremos leis da vida. No lugar da lei da despenalização do aborto, nós queremos mais escolas, universidades, hospitais, empregos, comida para esse povo tão sofrido do nosso Brasil. A verdadeira democracia exige a liberdade e o direito à vida.

Vamos todos juntos dizer um “não” bem grande para a ditadura do aborto. E abaixo a tirania dos projetos de leis que querem impedir a vida e não respeitam a vontade soberana de mais  de 80% do povo brasileiro que é contra o aborto .

 PT  grifado em vermelho por conta do sangue inocente derramado de tantos nascituros abortados

Ernesto Peres de Mendonça  – Comunidade Família de Deus 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: