Resposta para um cristão evangélico EM DÚVIDA !!!

 

 

Desde a época das eleições, temos feito o possível para responder todos os emails e encaminhar esclarecimentos à imprensa, blogueiros e leitores.

Diferentemente do que fazemos, publicando endereço eletrônico visível no blog – domluizbergonzini.com.br – muitos se escondem atrás dos blogs ou de emails desconhecidos, que impedem a comunicação. Entendemos que essas pessoas que se escondem não são capazes de debater idéias. Só ficam agredindo pessoas.

Outras pessoas, até mesmo cristãs, não estão suficientemente esclarecidas a respeito do aborto e das iniquidades. Um homem que se disse cristão evangélico nos escreveu e nós respondemos. Julgamos importante publicar estes argumentos porque há muitos cristãos católicos, evangélicos e de outras denominações que continuam em dúvida e precisam ser esclarecidos.

Disse ele sobre o aborto: “Ocorre que há milhares de casos onde – independente de nossa vontade – haverá o aborto. Sem que estas mulheres tenham acesso a hospitais e clínicas especializadas, muitas delas irão morrer…”

Respondemos: O senhor situou bem o problema – acesso a hospitais e clínicas especializadas. A saúde pública brasileira está na UTI. Em plena Brasília, Capital do Brasil, uma mulher ficou com uma criança morta em seu útero por oito dias, outra recebeu o feto dentro de um vidro! Há partes do país onde as seringas são reutilizadas, depois de lavadas com água do rio, conforme a televisão mostrou.

Segundo a medicina, em até 30% das gravidezes os bebês não nascem vivos, por causas naturais. Esses casos são chamados abortos espontâneos. E muitas mulheres não têm assistência médica.

O estudo do IBGE aponta que a principal causa de mortalidade materna é a falta de assistência médica.

Todas as pessoas querem jogar a responsabilidade da falta de assistência médica sobre a Igreja Católica, quando a responsabilidade é do Governo que não investe em Saúde.´

Estamos falando, há bastante tempo, que o problema da mortalidade materna é a falta de atendimento médico, de exames, de dar dignidade para a mulher durante a gravidez. As pessoas distorcem e desviam o foco para a religião, porque isso afeta partidos governantes, que não fazem nada em matéria de saúde. Só pensam em matar crianças, impedi-las de nascer.

Disse ele sobre as iniquidades e a Igreja Católica: “A Igreja Católica poderia oferecer uma importante contribuição à prevenção do aborto caso passasse a estimular a educação sexual nas escolas e alertasse os jovens sobre a importância do uso de preservativos, da pílula e outros contraceptivos. Como sabemos, entretanto, faz exatamente o contrário. A razão é simples: acima das pessoas a Igreja defende seus dogmas. É isto, no fundo, o que nos separa.”

Respondemos: A Igreja Católica, ao contrario do que o senhor afirma, tem programas de orientação sexual. Tem a Pastoral da Criança que atende a mulher desde o dia da fecundação e acompanha a criança depois do nascimento. A razão da Igreja para não apoiar o uso de preservativos, de pílulas abortivas e outras drogas é que elas incentivam a promiscuidade, a permissividade, a infidelidade e outras iniquidades e vão contra o Evangelho. Não são os dogmas que repudiam as iniquidades. É o Evangelho:

“Por isso é que lhes digo: vivam segundo o Espírito, e assim não farão mais o que os instintos egoístas desejam. Porque os instintos egoístas têm desejos que estão contra o Espírito, e o Espírito contra os instintos egoístas; os dois estão em conflito, de modo que vocês não fazem o que querem. Mas , se forem conduzidos pelo Espírito, vocês não estarão mais submetidos à Lei. Além disso, as obras dos instintos egoístas são bem conhecidas: fornicação, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçaria, ódio, discórdia, ciúme, ira, rivalidade, divisão, sectarismo, inveja, bebedeira, orgias e outras coisas semelhantes. Repito o que já disse: os que fazem tais coisas não herdarão o Reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, bondade, benevolência, fé, mansidão e domínio de si. Contra essas coisas não existe lei. Os que pertencem a Cristo crucificaram os instintos egoístas junto com suas paixões e desejos. Se vivemos pelo Espírito, caminhemos também sob o impulso do Espírito. Não sejamos ambiciosos de glória, provocando-nos mutuamente e tendo inveja uns dos outros.” (Galatas, 5 – 16,26)

Se o senhor é CRISTÃO como eu, o Papa Bento XVI, os bispos do Brasil , os padres e muitos pastores de várias denominações, também deveria pregar a fidelidade ao Evangelho. São Paulo, em sua Carta aos Gálatas, mostra que estão contra o Espírito e contra o Evangelho: a permissividade, a promiscuidade, a infidelidade, o aborto e outras iniquidades pregadas pelos adeptos do comunismo e do maligno. 

Jesus nos previne contra o demônio, que nos leva a transigirmos: 

“Dizei somente: ‘Sim’, se é sim; ‘não’, se é não. Tudo o que passa além disto vem do maligno” (Mt 5,37).

Incluirei o nome do senhor em minhas orações, rogando a Jesus Cristo que remova os obstáculos que separam os CRISTÃOS VERDADEIROS, para que, todos juntos, possamos pregar o Evangelho em uníssono.

Dom Luiz Gonzaga Bergonzini
Bispo Diocesano de Guarulhos

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: